Todas as formações

Investe Jovem

Objectivos

Promover a criação de novas empresas por jovens desempregados, através do apoio à criação do próprio emprego.

 

Destinatários/Beneficiários

Jovens que se encontrem inscritos como desempregados no. IEFP, com idade entre os 18 anos e os 30 anos (à data da entrega da candidatura).

 

Requisitos do projecto /Condições de acesso

1 - Investimento total entre 2,5 e 100 vezes o Indexante de Apoios Sociais (IAS) (IAS 2014 = 419,22 EUROS)

2 - Não incluir, no investimento a realizar, a compra de capital social de empresa existente

3 - Apresentar viabilidade económico –financeira

4 – Execução do projecto no prazo de 6 meses a contar da data da disponibilização inicial do apoio financeiro

5 - Manter a actividade da empresa e, o posto de trabalho a tempo inteiro dos promotores, durante pelo menos 3 anos

6 - As novas empresas não podem ter iniciado a atividade à data da entrega do pedido de financiamento

7 - Desde a data da contratualização dos apoios e até à extinção das obrigações associadas à execução do projeto, as novas empresas devem reunir, os seguintes requisitos:

a) Encontrarem -se regularmente constituídas e registadas;

b) Disporem de licenciamentos exigidos para o exercício da atividade ou mostrarem ter iniciado o processo aplicável;

c) Terem a situação contributiva regularizada perante a administração tributária e a segurança social;

d) Não se encontrarem em situação de incumprimento no que respeita a apoios financeiros concedidos pelo IEFP, I. P.;

e) Terem a situação regularizada em matéria de restituições no âmbito dos Fundos Estruturais;

f) Disporem de contabilidade organizada de acordo com o previsto na lei, quando aplicável

 

Despesas elegíveis

1 - No projecto de criação de empresas não são consideradas elegíveis, nomeadamente, as despesas: a) Com aquisição de imóveis; b) Construção de edifícios; c) Cuja relevância para a realização do projeto não seja fundamentada.

2 - O apoio financeiro subjacente à medida referida na alínea a) do Artigo 2.º, só pode financiar o fundo de maneio indexado ao projeto até 50 % do investimento elegível, no limite de 5 vezes o IAS.

 

Formas e Taxas de apoio

Apoio ao InvestimentoEmpréstimos reembolsável, sem juros até 75 % do investimento total elegível, reembolsável num prazo que pode ir até 54 meses, dependendo da dimensão do investimento

Apoio à criação depostos de trabalho - apoio financeiro, sob a forma de subsídio não reembolsável, até ao montante de 6 vezes o IAS por destinatário promotor que crie o seu posto de trabalho a tempo inteiro, até ao limite de quatro postos de trabalho objecto de apoio.

Os apoios financeiros não podem, no seu conjunto, ultrapassar o valor do investimento total; Os promotores devem assegurar pelo menos 10 % do montante do investimento elegível em capitais próprios.

 

Principal Legislação aplicável

Portaria 151/2014, de 30/07 (entra em vigor 60 dias após a publicação)

A consulta deste folheto não dispensa a leitura da legislação aplicável à medida.

 

Portugal 2020: Fundos Estruturais e de Investimento Europeu

 

Portugal 2020 – O que é?

Trata-se do Acordo de Parceria adotado entre Portugal e a Comissão Europeia, que reúne a atuação dos 5 fundos estruturais e de Investimento Europeus (FEDER, Fundo de Coesão, FSE, FEADER e FEAMP) no qual se definem os princípios de programação que consagram a política de desenvolvimento económico, social e territorial para promover, em Portugal, entre 2014 e 2020.

Estes princípios de programação estão alinhados com o crescimento inteligente, sustentável e inclusivo, prosseguindo a Estratégia Europa 2020.

Portugal vai receber 25 mil milhões de euros até 2020, para tal definiu os objetivos temáticos para estimular o crescimento e a criação de emprego, as intervenções necessárias para os concretizar e as realizações e os resultados esperados com estes financiamentos.

Estímulo à produção de bens e serviços transacionáveis; Incremento das exportações; Transferência de resultados do sistema científico para o tecido produtivo; Cumprimento da escolaridade obrigatória até aos 18 anos; Redução dos níveis de abandono escolar precoce; Integração das pessoas em risco de pobreza e combate à exclusão social; Promoção do desenvolvimento sustentável, numa ótica de eficiência no uso dos recursos; Reforço da coesão territorial, particularmente nas cidades e em zonas de baixa densidade; Racionalização, modernização e capacitação da Administração Pública, são os principais objetivos das políticas a prosseguir no Portugal2020.

Por iniciativa das autoridades portuguesas foi efetuada a Avaliação Exante do Acordo de Parceria, sustentada num processo iterativo de reflexão que reforçou o escrutínio das principais escolhas estratégicas.

 

Portugal 2020 – Quais são as prioridades de intervenção dos fundos comunitários no período 2014-2020?

A programação e implementação do Portugal 2020 organizam-se em quatro domínios temáticos: – Competitividade e Internacionalização; – Inclusão Social e Emprego; – Capital Humano; – Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos. Considera, ainda, os domínios transversais relativos à reforma da Administração Pública e à territorialização das intervenções.

 

Portugal 2020 – Quais as categorias de regiões?

Em termos de elegibilidades para os Fundos Europeus de Investimento (FEDER, FCoesão, FSE, FEADER e FEAMP), as 7 regiões de Portugal dividem-se em:

  • Regiões menos desenvolvidas (PIB per capita < 75% média UE): Norte, Centro, Alentejo e R.A. Açores
    • Taxa de cofinanciamento dos Fundos: 85%
  • Regiões em transição (PIB per capita entre 75% e 90%): Algarve
    • Taxa de cofinanciamento dos Fundos: 80%
  • Regiões mais desenvolvidas (PIB per capita > 90%): Lisboa e Madeira
    • Taxa de cofinanciamento dos Fundos: 50% (Lisboa) e 85% (RAM)

 

Portugal 2020 – Qual é o Modelo de Governação?

O modelo de governação do Acordo de Parceria e dos Programas Operacionais 2014-2020 será organizado em 2 níveis de coordenação: política e técnica.
A respetiva arquitetura institucional visa quatro objetivos:

  • a simplificação, privilegiando a segregação das responsabilidades para o exercício das funções de orientação política e técnica, e valorizando o envolvimento dos parceiros;
  • a orientação para resultados, concretizada através da valorização dos resultados nas decisões de financiamentos e a sua avaliação e consequências daí decorrentes nos pagamentos de saldo final dos projetos;
  • o estabelecimento de regras comuns para o financiamento, que não só assegurem condições de equidade e de transparência mas, também, a competição entre beneficiários;
  • a simplificação do acesso aos beneficiários ao financiamento e a redução dos respetivos custos administrativos.

 

 

Fonte: pt-2020.pt

 

Formação Jovens Agricultores

 
Formação financiada Jovens Agricultores
 

Aproveite as formações financiadas para Jovens Agricultores (os 4 módulos) a iniciar no mês de Abril na Indice Máximo.

 

Sabia que?
 
O serviço de Consultoria da Índice Máximo é constituído por uma equipa multidisciplinar de especialistas qualificados que tem como objetivo o enfoque no cliente, os processos de melhoria contínua e a sua orientação para os resultados.

 

Precisa de um espaço no centro de Viseu?
 

Contacte-nos já e usufrua de salas de formação totalmente equipadas.

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Candidaturas Abertas para o PDR 2020

 

 

Foram publicados os regulamentos das medidas de apoio ao desenvolvimento rural do programa PDR 2020, medida 3.2.2 - Pequenos investimentos na exploração agrícola e 3.3.2 - Pequenos investimentos na transformação e comercialização de produtos agrícolas, ambas da medida 3 - Valorização da produção agrícola do PDR 2020.

Podem beneficiar dos apoios previstos na presente portaria as pessoas singulares ou coletivas que exerçam atividade agrícola ou que se dediquem à transformação ou comercialização de produtos agrícolas.

Os montantes de investimento estão compreendidos entre 1.000 e 25.000 euros no caso da operação 3.2.2 e entre 10.000 e 200.000 euros no caso da operação 3.3.2.

Saiba como este programa o pode ajudar a financiar a sua atividade agrícola. Realizamos o enquadramento totalmente gratuito do seu projeto. Para mais informações contacte-nos!

 

Sabia que...

A Índice Máximo iniciou atividade em 2008, tendo obtido a acreditação como entidade formadora, nesse mesmo ano. Contabilizando já no seu currículo com centenas de cursos de formação certificados, ministrados a clientes particulares e empresariais. Rege-se pelo empenho de todos em torno do crescimento da nossa organização através do reconhecimento dos nossos clientes e pela garantia da ética profissional e responsabilidade social.

Novidades Outubro!

 

 

 

 

Destinatários:

Estudantes do ensino superior; psicólogos; assistentes sociais; mediadores e outros técnicos que trabalham e desenvolvem projetos com crianças e jovens.

 Objetivos:

 Pretende dotar-se os/as formandos/as de conhecimentos práticos e objetivos da intervenção do psicólogo na educação escolar.

Horário:

6ª feiras das 19h às 23h

Sábados das 09h às 18h

Preço: 265€ (facilidade de pagamento)

Local: Viseu – Instalações da Indice Máximo

 Carga horária total : 76h

 Data de inicio prevista: 20 de Novembro

Desconto de grupo: 10% (para grupos de 8 ou mais formandos)

 

Caso esteja desempregado ou empregado  poderá candidatar-se ao cheque-formação (Portaria nº 229/2015, de 3 de agosto).

 

 

 
Sabia que...
 
A Índice Máximo iniciou atividade em 2008, tendo obtido a acreditação como entidade formadora, nesse mesmo ano. Contabilizando já no seu currículo com centenas de cursos de formação certificados, ministrados a clientes particulares e empresariais. Rege-se pelo empenho de todos em torno do crescimento da nossa organização através do reconhecimento dos nossos clientes e pela garantia da ética profissional e responsabilidade social.
 
 

 

 

 

 
Plano formativo primeiro trimestre 2016
 
Formação Pedagógica Inicial de Formadores
 
Curso b-learning a iniciar Viseu e Coimbra já no mês de Janeiro
 
 
Saiba mais
 

 

 
Técnico Superior de Segurança do Trabalho
 
Curso de TSST, nivel VI a iniciar em Viseu e Coimbra
 

 

 
Distribuição, Comercialização e Aplicação de Produtos Farmacêuticos
 
Curso de DCAPF para técnicos e formadores a iniciar no mês de Janeiro em Viseu
 
 
Saiba mais
 

 

 
Modo de Produção Integrada
 
Curso com duração de 75 horas a iniciar em Viseu, Coimbra e Oliveira do Bairro
 
 
Saiba mais
 

 

 
Gestão da Formação (Novidade)
 
Curso que irá decorrer em Viseu, brevemente.
 

 

 
Tutores online (Novidade)
 
Inscrições abertas para o curso de tutores online.
 
 
Saiba mais
 

 

Plataforma Sigo (Novidade)
 
Inscreva-se no curso no novo curso de plataforma sigo.
 
 
Prezi (Novidade)
 
Novo curso de Prezi irá abrir no primeiro trismestre de 2016
 

 

Manobrador de Máquinas Agrícolas e Florestais
 
Inscrições abertas em todo o pais para curso de 16 horas.
 
 
Exame de Aplicador de Produtos Fitofármacos
 
Curso com abertura em já em Janeiro a decorrer em todo o pais.