Objetivo:

Identificar os inimigos das culturas (pragas e doenças), as características bioecológicas dos organismos envolvidos, os estragos e /ou os prejuízos a eles associado. Seguir de forma fundamentada as etapas de diagnóstico aplicando as metodologias e técnicas apropriadas a cada situação concreta. Conhecer a biologia das pragas e a epidemiologia dos parasitas e perspetivas medidas de combate de forma fundamentada.

Público alvo:

Técnicos com formação superior em ciências agrárias e afins, cuja formação base não dispõe de unidades curriculares na área da proteção das culturas.

Duração: 50 horas